>>>> Praga, República Chega - Série "A não perder..." (4 - Malá Strana)

****************Margem Esquerda do rio Moldava (rio Vltava), zona oriental ***********

Zona Malá Strana, traduzido significa Bairro Pequeno...

Depois do Monte Petrin, continuamos em Malá Strana, mas agora na parte baixa...

(1) Mural de John Lennon

Não chegámos a ir ao Mural de John Lennon que fica também nesta zona de Malá Strana. Mas para quem tiver oportunidade, não deve deixar de lá ir. O muro também se poderia designar o muro do protesto pacífico contra o regime comunista. Pois este local foi infelizmente marcado por confrontos entre a polícia secreta de Praga e os opositores ao governo, insistindo os últimos em fazer graffitis e em escrever mensagens de paz, e a polícia em tentar fazer desaparecê-los! Por estes dados históricos, funcionando o mural como um apelo à liberdade e à paz em tempos de governação totalitária, este local passou a ser um ponto de interesse turístico a partir da Revolução de Veludo em 1989.

A sua referência a John Lennon, que foi assassinado a 8 de dezembro de 1980, prende-se com o fato do músico se ter tornado num símbolo da paz para muitos checos que se opunham ao governo. Assim, o primeiro graffiti, ou seja, o original de John Lennon, foi feito por um estudante de arte, em homenagem aquando da sua morte. Refiro-me ao original, porque já se deve ter perdido a conta ao número de vezes que o mesmo foi pintado por cima... Desde então o muro tem sido papel para escrever letras das músicas de John Lennon e outros testemunhos de apelo à paz.

Mais importância ganha em termos históricos, quando nos recordamos que nos anos 80 as músicas do ocidente eram pura e simplesmente proibidas pelo regime da antiga Checoslováquia, sendo punidos aqueles que não respeitavam estas imposições... Como se tratava de uma questão muito controversa e polémica, ameaçadora do regime, o mesmo destacou agentes em permanência para junto deste muro, e até câmaras de vigilância foram instaladas neste local! Só que os opositores à governação checa, foram sempre muito resilientes!

Antes da morte de John Lennon este muro de conhecido não tinha nada, já que não havia nada que o fizesse destacar...um muro igual a muitos outros, que muitos nem reparam na sua existência... a sua função era apenas de muralhar um terreno de uma velha igreja da Ordem de Malta... até aos dias de hoje, a Ordem de Malta, proprietária do muro, tem autorizado o uso do muro para esta partilha de mensagens e imagens à paz... porém, tudo o que não carece de aprovação por parte desta ordem é eliminado...

Já agora, até a esposa de John Lennon, Yoko Ono, visitou este tributo ao seu falecido marido, a 9 de dezembro de 2003, deixando também uma mensagem neste mural, escrevendo: "Our hearts are one" e "John, I love you too, Y.O."

Porém, todos estes testemunhos originais se perderam, mantendo-se o espírito!  Assim, a 17 de novembro de 2014, na comemoração dos 25 anos da Revolução de Veludo, novamente um grupo de estudantes de arte, pintaram o muro todo de branco e escreveram a mensagem "Wall is Over!" Enquanto para uns, este ato foi visto como vandalismo, para este grupo de estudantes, tratou-se de uma manifestação artística. A mensagem deve ser uma alusão ao tema "Happy Xmas (War is over)". Não tardaram a surgir mensagens a referir exatamente o contrário "The wall is never over"...

Com certeza inspirado neste mural, surgiu também o muro de John Lennon em Hong Kong, em outubro de 2014, não com graffitis mas com post-its...

Duvido que algum dia o muro volte definitivamente ao seu branco original, encontrando-se em constante mutação...

(2) Igreja de São Nicolau


Esta igreja é considerada a obra-prima do barroco, sendo por isso uma das construções do barroco mais bonitas de Praga, mandada construir por ordem dos Jesuítas no século XVIII. O interior desta igreja é também muito rico em gravuras, estátuas e frescos.


A cúpula da igreja e a torre do relógio captam a nossa atenção pela sua exuberância e beleza. Concorrem uma com a outra em termos de altura, ganhando a torre por atingir mais um metro em altura, do que a cúpula com os seus 46 metros.
É possível subir à torre do relógio para poder usufruir de magníficas vistas sobre Praga.

Associada a esta igreja também existe uma curiosidade: W. A. Mozart tocou por várias vezes no órgão desta igreja durante a sua estadia em Praga. Tanto assim o foi, que depois da sua morte, foi organizado também neste local uma missa de Réquiem em sua homenagem!

Aliás, existe uma ligação muito grande entre Praga e Mozart, considerando o próprio Mozart que os praguenses o compreendiam, visitando muitas vezes esta cidade. Terá sido mais apreciado e reconhecido como compositor em Praga do que na altura em Viena: este fascínio de Praga por Mozart, terá começado com a ópera "As Bodas de Fígaro", que ganhou muita fama antes do próprio compositor ser por aqui conhecido. Foi em Praga que recebeu a encomenda que resultou no "Don Giovanni", que se estreou em 1787 no Teatro Estates e que foi um sucesso. Tal como a sua última ópera, "A Clemência de Tito".

Outra curiosidade é que a torre do relógio foi utilizada pelas forças secretas durante a governação comunista para vigiar as embaixadas circundantes.

(3) Coluna da Peste Negra


Estátua da Santíssima Trinidade que data de 1715 e representa uma mensagem de agradecimento a Deus pelos sobreviventes da Peste Negra, e não como o nome nos poderia  induzir, a uma possível homenagem aos que morreram com a Peste Negra.

(4) Igreja do Menino Jesus de Praga

Igreja da Nossa Senhora Vitoriosa, mais conhecida como Igreja do Menino Jesus de Praga (ligação externa).

Infelizmente tenho de afirmar que fomos a Praga e não vimos o Menino Jesus...

A grande atração desta igreja é precisamente o Menino Jesus de Praga que se encontra aqui desde 1628!

Além de se poder apreciar a pequena imagem de cera do Menino Jesus de Praga de cerca 47 cm de altura, pode-se também visitar o Museu do Menino Jesus de Praga, integrado nesta igreja, onde se pode conhecer ou mesmo apreciar mais de cem peças de vestuário oferecidas. A mais valiosa foi bordada pela própria Imperatriz austríaca Maria Teresa. Inclusivamente, o Menino Jesus de Praga conta já com 3 coroas, tendo a última sido oferecida pelo Papa Benedito XVI na sua visita em 2009.

Reza a lenda que um monge espanhol mandou fazer esta figura do Menino Jesus à imagem que lhe tinha sido revelada. A figura faz com a mão direita o gesto de bênção, e na mão esquerda segura uma esfera real.

Numa versão conta-se que esta figura de cera foi oferecida pela princesa Policena Lobkovic aos Padres Carmelitas Descalços, vestindo uma túnica e um manto confeccionado pela própria princesa. Esta oferta da princesa foi acompanhada pelas seguintes palavras: "Meus padres, entrego-lhes o maior tesouro que possuo neste mundo. Prestem muitas honras a este Menino Jesus e nada lhes faltará." Reza a história que nesta altura todos estavam a passar por grandes dificuldades em Praga, mas que a partir de então as necessidades do mosteiro foram sempre satisfeitas.

Porém, outra versão refere que a figura do Menino Jesus de Praga foi doada à ordem aquando da morte da princesa Policena Lobkovic.

 Em 1665 o Menino Jesus de Praga foi coroado nesta igreja, o que constituiu o grande evento desta igreja. Todos os anos, no primeiro domingo do mês de maio é feita a celebração da coroação do Menino Jesus de Praga na Igreja da Nossa Senhora Vitoriosa.

Os milagres associados ao Menino Jesus de Praga e a devoção ao Menino de Jesus de Praga é tão grande, que muitos católicos de todo o mundo têm vindo visitá-lo, pedir preces e fazerem agradecimentos...

(5) Museu de Kafka

Antes de atravessar a ponte para a margem direita, visitem o Museu de Kafka (ligação externa), fundado, curiosamente, apenas em 2005. Logo, quando estivemos nesta cidade monumental, este museu ainda não existia. O museu retrata a vida e obra deste escritor checo, alemão, judeu...

Em frente ao museu existe uma escultura que tem atraído a atenção de muitos turistas, ao estilo do menino de Bruxelas (Mannekin Piss) a urinar para uma pia numa fonte. Sim, isso mesmo...
Mas aqui a escultura é muito mais provocadora: tratam-se de dois homens estátua a urinar, sabem para onde?... para o mapa da República Checa. E tem outra curiosidade: supostamente junto aos pés de uma das estátuas está um contacto telefónico. Se mandarem uma mensagem de texto para esse número, as estátuas escrevem a mesma através da corrente de água... Singular, no mínimo...

Esta escultura, designada "Piss" é da autoria do artista contemporâneo checo David Cerny que tem várias obras bizarras e subtis espalhadas por Praga e não só...Chegou a ser preso com uns amigos, por ter pintado de cor-de-rosa um tanque militar soviético e ter colocado um grande dedo médio sobre a torre, em 1991. Tratava-se de um memorial à II Guerra Mundial para homenagear as tripulações dos tanques soviéticos em Praga. Este tanque passou a ser conhecido por "Pink Tank"

Para quem já conhece Praga, ou é apreciador do David Cerny, aconselhamos que façam pesquisas para elaborar um roteiro pela cidade para conhecer as suas obras singulares e provocantes, muitas, se não todas, manifestações artísticas contra o totalitarismo... Encontrei esta ligação externa que me pareceu uma das mais completas para 1 Dia em Praga dedicado a David Cerny: Um passeio pelas obras de David Cerney, Insider Praga.


↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝ Toca a zarpar!

Se gostou, fique atento aos próximos posts desta Série >>>> Praga, República Checa - "A não perder...":

Todas as fotos aqui publicadas e muitas mais já partilhámos nos Momentos Flash - Série "Toca a zarpar!" em Praga! Consulte!

↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝ Toca a zarpar!

Para ler mais sobre Praga, podem consultar as seguintes ligações externas de referência muito interessantes que ajudam a planear uma visita a praga ou simplesmente a conhecer melhor esta magnífica cidade:

Comentários