Costa da Caparica - Fotos à volta da Lota e o Meia-Lua que em terra ninguém aprecia...


Como vila piscatória que é, praticando ainda atualmente a Arte Xávega, não poderia faltar a lota do sítio, neste caso, a Docapesca - Lota da Costa da Caparica.


Docapesca - Lota da Costa da Caparica

A Docapesca - Portos e Lotas, S.A. é uma sociedade anónima, na qual o único sócio é o Governo da República Portuguesa, logo pode-se considerar que se trata de uma empresa pública, que só por sinal é considerada apenas a maior empresa europeia a actuar no sector da pesca.

↪ Sem dúvida, uma posição estratégica bem escolhida por parte desta gaivota :) "Aqui tenho tudo sobre controlo, nada me escapa..."

Surgiu pela 1ª vez em Lisboa na segunda metade da década de 50 do século XX para substituir as lotas até lá existentes de Santos e da Ribeira Nova. Atualmente integra as 22 lotas principais de Portugal na sua rede de lotas, à qual a lota da Costa da Caparica pertence, assim como 30 postos de venda em pequenas vilas piscatórias. É responsável tanto pela venda da pesca artesanal como da industrial.


Aqui na Costa da Caparica, está prevista a reabilitação da infraestrutura, prevendo-se o seu alargamento para sul...


Embarcações Típicas Caparicanas - Meia-Lua

Já agora, já repararam bem na forma da embarcação do painel de azulejo da Lota?


Esta embarcação típica da Costa da Caparica, tem nome. É um barco "Meia-Lua"! Nome atribuído devido à sua estrutura tão característica de ter a proa e a popa muito levantadas, assemelhando-se a uma verdadeira meia-lua. Era o barco utilizado pelos pescadores para a prática da sua Arte Xávega.

↪ E pareceu-nos que este exemplar real e autêntico é o único que resta por estas bandas (pelo menos não avistámos mais nenhum), tendo-se perdido invariavelmente património cultural típico caparicano... E vejam no estado em que se encontra este velhinho "Meia-Lua"... pelo menos poder-se-ia fazer um esforço para estimar mais e principalmente preservar a única relíquia que resta, fazendo por exemplo um restauro, o mais fiel possível... trata-se de uma evidência, de um testemunho da cultura local. Deviam-se encetar esforços para manter o património vivo para as futuras gerações... ok, nem que seja como atracção turística... e para tirar selfies.... ainda por mais vem aí o Mundialito de futebol de Praia 2018...  devia de haver orgulho em mostrar a melhor prata da casa...

Bom, continuando, em ambos os casos, ou seja tanto no painel como no nosso querido Meia-Lua velhinho e mal-tratado, existe outro pormenor muito interessante, que não escapa aos mais observadores... na proa do barco existe o desenho de um olho. É característico nos Meia-Lua serem ornamentados com essa figura na proa dos dois lados! E porquê? Pois, isso também não sei... se alguém descobrir, que partilhe!

Infelizmente, se querem ver um Meia-Lua em boas condições de conservação, só indo ao museu... ou melhor, temos a sorte do Museu da Marinha ter adquirido um exemplar destas embarcações para a memória coletiva futura! Existe um exemplar mesmo à porta do Planetário Calouste Gulbenkian em Lisboa... refletindo melhor, considero isto um pouco estranho, estivemos na Costa da Caparica, mas temos de ir a Lisboa para poder apreciar um Meia-Lua em bom estado (também já fomos há uns anos atrás, quando encontrar as fotos, publicarei...)... para terminar este assunto, volto a insistir, podia-se pelo menos ter um Meia-Lua estimadinho na Costa da Caparica, a sua terra Natal, e já nem falta tudo.... a embarcação está lá, à espera, que alguém abrace esta causa...

Seguem-se agora, mais algumas imagens à volta da Lota da Costa da Caparica:






Antes de dar esta mensagem por encerrada, relembro que publicámos também um post sobre a Arte Xávega típica da Costa da Caparica (Costa da Caparica - Arte Xávega), assim como o post
Costa da Caparica - Praia da Saúde, a junção perfeita entre Cabanas dos Pescadores e a Prática da Arte Xávega.


Já agora, aproveitem e consultem >>>> Costa da Caparica - A não perder...

A visitar nos arredores:

↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝ Toca a zarpar!

Para ler mais sobre o tema deste post, podem consultar as seguintes ligações externas de referência:

Comentários