Cáceres - Está na hora do almoço à espanhola

Com a barriga a dar horas fomos tratar do nosso último almoço em Espanha. Depois de uma rápida consulta ao TripAdvisor, arriscámos no restaurante: Tapería La Tía Tula. Foi uma aposta ganha.


Causou-nos alguma estranheza inicial o restaurante abrir apenas a partir das 13h30... como tugas que somos, habituados aos restaurantes em Portugal abrirem por volta do meio dia, quando não antes. Contudo, para nós veio mesmo a calhar.


Assim, quando chegámos, tinha acabado de abrir, sendo os primeiros a pisar nesse dia o restaurante.


Desta forma, tivemos o privilégio de ter toda a atenção só para nós por parte do restaurante, tendo inclusivamente o senhor que nos estava a servir aconselhado na escolha para o nosso repasto de despedida.
Entretanto, a taperia ficou cheia, não sendo uma tarefa complicada, por se tratar de um espaço de pequena dimensão, tendo por isso mesmo, um ambiente caloroso e familiar. Contudo, a simpatia e atenção prestada estiveram sempre presentes.

O almoço iniciou-se então com uns aperitivos, que estavam de chorar por mais. A apresentação, os pequenos detalhes, foram uma constante ao longo de toda a refeição. E o sabor... o sabor não dá para partilhar...

↪ Por favor, ignorem que o meu marido está com os cotovelos em cima da mesa.  :)
Ok, desta forma, desviaram todos o olhar do belo acepipe e ficaram todos a reparar nesse pequeno grande pormenor... :):)  Quem fez o reparo foi a Sara, que não perdeu a oportunidade de manifestar que tal não revelava boa educação à mesa, podendo-se desta forma redimir de outras situações...digam lá que não é esperta :) Porém, olhando à nossa volta, praticamente todos partilhavam desta postura, dita deselegante à mesa! Claro, é confortável. Até a própria acabou por fazê-lo, proporcionando mais um momento de risota familiar.

Desta vez, não optámos pelas migas extremañas (muito típico desta região), apesar de ter sido logo um dos primeiros pratos sugeridos pelo restaurante. Porém, com tanta escolha aliciante, optámos por outros pratos. Efetivamente, com tanta coisa boa, temos de variar, visto que não temos barriga para tudo e pretendemos experimentar sabores e aromas novos. Desta feita, optámos por um pisto. Este prato típico da gastronomia espanhola assemelha-se ao ratatouille francês.

↪ O pãozinho que ainda espreita da caixinha castanha à direita da foto, estava quentinho... hmm

Seguiram-se os mini-hamburgueres, tendo à nossa escolha o pão vermelho, verde ou preto. Optámos pelo mais consensual, o vermelho de tomate.


E por fim, ainda veio uma travessa com medalhões de solomillo de cerdo con crema de queso, ou seja, lombo de porco com creme de queijo.

Depois deste excelente repasto, para terminarmos em grande, fomos aos postres caseros. Sim, tratando-se de um almoço de despedida e também de um momento de degustação, as sobremesas não poderiam ficar de fora, ainda por mais sendo anunciadas como caseiras.
Ora, sendo a nossa Sara, conhecida como Chocolatina, a escolha recai sempre sobre algo com chocolate. Aliás, a palavra chocolate, provoca-lhe logo um olhar muito vivo com um sorriso de orelha a orelha. E se acrescentarmos a isto um gelado, então temos a sobremesa perfeita da minha filha: Helado casero con crujientes de azúcar.
O meu filho, prudente como sempre, não quis fazer uma escolha arriscada, senão seria um grande desperdício não poder saborear uma bela sobremesa: Reina de chocolate negro con toque de blanco. O André optou pelo El Tiramisú de la Tía Tula, e eu tenho optado nestes dias em Espanha, e desta vez também não foi exceção, pela Copa de flan de huevo, frambuesa y caramelo. Nos restaurantes que fomos, esteve sempre esta opção do flan de huevo, ou seja do pudim flan, em primeiro lugar dos postres, um clássico dos doces espanhóis.


É óbvio, que rentabilizámos estes momentos, através da partilha familiar, não só dos testemunhos de tal pitéu, mas também dos sabores.

Bem dispostos e contentes, fizemos-nos ao caminho. Tinha chegado a hora de explorarmos o núcleo monumental de Cáceres...

Consultem também  >>>> Visita Flash a Cáceres, Extremadura, Espanha


↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝ Toca a zarpar!


Se tiverem também curiosidade sobre a nossa experiência por estradas espanholas, faço-vos o convite de visitarem também os nossos artigos:


↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝↝ Toca a zarpar!

Para saberem mais sobre a Tapería La Tía Tula, podem consultar a página do facebook.


Comentários